O meu prato preferido da comida afro-brasileira e baiana é o acarajé. O tradicional e completo com o bolinho bem grande frito no óleo de dendê, e generosamente recheado com vatapá, caruru e bastante camarão. Comecei a preparar em casa o acarajé com caruru levinho porque acho que o acarajé com vatapá engorda.  Por isso tenho trocado em casa o vatapá pelo refogado de quiabo, mais leve, engrossado com camarão seco e com uns camarões para enfeitar. O acarajé com o caruru levinho não é o verdadeiro. Deixo o tradicional para ocasiões especiais. Também os reduzi de tamanho para os bolinhos ficarem iguais aos da porção que as baianas vendedoras de acarajé usam para testar o calor do óleo. Pequenos e bem dourados,  são também uma oferenda a Iansã. O tamanho pequeno é mais adequado para ser servido no almoço ou em festas em casa.

Frango refogado com leite de coco

acarajé com caruru levinho www.cozinhadamarcia.com.br

Acarajé com caruru levinho

Prepare acarajés com caruru levinho para servir em casa Receitas Acarajé com caruru Afro-brasileira e brasileira Imprimir
Porções: 8 unidades Preparo: Cozimento:
Informações nutricionais 200 Calorias 20 grams Gordura

Ingredientes

  • Para os bolinhos
  • 500g de feijão fradinho
  • Sal a gosto
  • 500g de cebola
  • xícara de óleo
  • Azeite de dendê
  • 150g de camarão seco
  • Para o caruru
  • 500 g de quiabo
  • 1 cebola
  • 2 dentes de alho
  • 2 colheres de sopa de óleo
  • Suco de meio limão
  • 1 / 4 de xícara de camarão seco
  • Sal
  • 1 pimenta dedo-de-moça
  • 10 castanhas de caju sem sal

Instruções

Para fazer a massa, quebre os grãos de feijão no liquidificador, cubra com água e deixe de molho por uma noite. No dia seguinte passe os dedos entre os pedacinhos de feijão para soltar a pele, com o auxílio de uma faca pequena arranque os olhos pretos do feijão fradinho, e solte o maior número possível de peles. Em seguida escorra a água, bata os grãos amolecidos com as cebolas até obter uma massa bem homogênea. Transfira a massa ou para uma tigela grande e funda e bata com uma colher de pau até dobrar de volume. A massa vai fermentar e ficar bem leve. Outra possibilidade é colocar a massa na tigela da batedeira e trabalhá-la com o gancho para fazer pão.

www.cozinhadamarcia.com.br

Aqueça uma frigideira com dois dedos de altura de óleo vegetal e duas colheres de sopa de azeite de dendê, para dar cor, com o auxílio de duas colheres de sobremesa escorra a massa no óleo para formar bolinhos. Doure os bolinhos e escorra-a sobre papel de cozinha.

Prepare o refogado de quiabo. Seque os camarões espalhados em um tabuleiro no forno bem baixo até ficarem crocantes. Pulverize os camarões para obter uma farinha fininha.

Refogue a cebola picada com os dentes de alho amassados no óleo, acrescente os quiabos cortados em rodelinhas, misture bem, tempere com sal e a pimenta picada. Junte um quarto de xícara de água por vez até os quiabos ficarem macios, polvilhe com uma colher de sopa da farinha de camarão seco e misture para engrossar o caldo. Junte o suco de limão e acerte o sal.

www.cozinhadamarcia.com.brAtenção: a quantidade de camarão seco a ser polvilhado depende se os quiabos estão mais ou menos maduros.

Sirva os acarajés recheados com o refogado de quiabo polvilhado com as castanhas de caju picadas.

Olha o truque

Os acarajés podem congelados depois de fritos.

Você também pode gostar