Escondidinho de carne seca

por Cozinha da Márcia

Escondidinho com carne-seca desfiada coberto de purê de mandioca é um prato tradicional da culinária nordestina. O escondidinho pode ser coberto com purês diferentes, como mandioca, mandioquinha e purê de batata. Mas, também fica muito bom com angu de fubá. E tem quem goste de cobrir com purê de abóbora. Aliás, o que é mesmo um escondidinho de carne seca senão uma carne bem temperada coberta com um creme. Claro que gratinada no forno com um pouco de queijo ou de pão ralado por cima fica ainda melhor.

As possibilidades de combinações para um escondidinho são muitas. Dessa vez, ele foi preparado com carne seca e purê de mandioca. Embora, muitas outras culturas também tenham  o seu escondidinho, o nosso tem mais variações. Na França, por exemplo, um picadinho de carne de boi coberto de purê de batata é conhecido como hachis parmentier. E na Inglaterra, os pubs tem a sheperd’s pie – a torta do pastor. O picadinho, nesse caso, é de carne de carneiro, e a cobertura também é com purê de batata.

A batata é na verdade a escolha mais simples, embora a polenta, o nosso angu de fubá, também possa ser utilizado.

Veja aqui uma receita de escondidinho de camarão e frutos do mar

Ou aprenda a fazer um picadinho de véspera

Outra receita interessante com recheio bem temperado -empanadas argentinas

escondidinho de carne seca www.cozinhadamarcia.com.br

Escondidinho de carne seca

Receita de escondidinho com carne-seca e cobertura de purê de batatas Receitas Escondidinho de carne seca Brasileira Imprimir
Porções: 6 Preparo: Cozimento:
Informações nutricionais 200 Calorias 20 grams Gordura

Ingredientes

  • 800 g de carne seca
  • 2 cebolas grandes
  • 1 tomate bem maduro amassado
  • 1 colher de sopa de salsa picada
  • 1 colher de chá de pimenta-do-reino moída na hora
  • Sal se precisar
  • 3 colheres de sopa de azeite
  • 3 xícaras de água
  • 1 kg de batatas
  • Água para cozinhar as batatas
  • 1 / 2 xícara de leite
  • 1 pitada de noz moscada
  • 1 colher de chá de sal
  • 1 / 2 pão francês ralado
  • 2 colheres de sopa de queijo de coalho ou parmesão ralado grosso

Instruções

A carne precisa estar totalmente sem sal, por isso deve ser deixada de molho na água fria, troque a água por diversas vezes, pelo menos tres vezes por dia. Para fazer o prato da foto, o pedaço de carne seca foi lavado e deixado por 24 horas na água fria para reidratar e perder o sal. Mas, se no caso, o tempo de cozimento e dessalgue não tiver sido suficiente, a carne ainda foi aferventada, trocando-se a água, por mais duas vezes.
Clique para ver como a carne seca deve ser preparada antes de ser utilizada.
Depois de aferventada e cozida, desfie a carne com o auxílio de um garfo.
Refogue uma cebola picada no azeite até ficar macia. Acrescente a carne, tempere com pimenta do reino e salsa, algumas pessoas gostam de temperar com uma colher de sopa de coentro ou talvez meia colher de chá de gengibre ralado, para dar gosto.
Junte o tomate amassado e meia xícara de água. Tampe a panela, cozinhe no fogo bem baixo até a carne estar bem macia, acrescente a água aos poucos, meia xícara de cada vez. Ao final, junte a outra cebola cortada em anéis finos e a salsa. Cozinhe por mais dez minutos.
Cozinhe as batatas com as cascas apenas cobertas de água com uma colher de chá de sal. Descasque-as ainda mornas e passe-as por um espremedor ou, se preferir, utilize um mixer. Junte o leite aos poucos, o purê não deve ficar muito macio para não se misturar com a carne seca no forno.
Espalhe a carne em um refratário retangular untado com azeite, cubra toda a superfície com uma cada uniforme de purê de batata. A camada de carne deve ser mais alta do que a de purê.
Polvilhe com o queijo ralado misturado com o pão ralado. Aqueça no forno quente até ficar dourado.

Você também pode gostar