Farofa de ovas de pescada

por Cozinha da Márcia

Farofa de ovas de pescada

por Cozinha da Márcia

As ovas de peixe não são muito pouco consumidas por aqui, é verdade que nem sempre estão à venda. Em geral, só é possível comprá-las em pequenas quantidades. Servir as ovas em um jantar para oito pessoas? Nem pensar! Tenho a impressão que os peixeiros na feira sabem muito bem o que é bom e as guardam, e espero que todos eles, meus amigos leiam isso como elogio, afinal eu aprendo muito com eles. Também não sou completamente boba e sei que que congelam mal, ficam farinhentas, e também estragam rapidamente.

As ovas de acordo com o tipo de peixe tem um sabor mais ativo, é o caso das tainhas, outras são mais delicadas e com sabor mais suave como as pescadas, podem ser preparadas de muitas maneiras, se forem fritas no azeite e servidas com rodelas de limão e fatias de pão, por exemplo, ficam gostosas e combinam com cervejas. Mas eu, muito fãs de farinha de mandioca, principalmente aquela mais grossa, logo quero fazer uma farofa. Agora, preste atenção, essa é uma farofa bem molhada, dessas que dá para pegar uns pedacinhos com os dedos das mãos e ficam muito simpáticas quando as servimos como entradinha, com muita pimenta e azeite bom pingado por cima. Para não atrapalhar o seu sabor não coloquei alho, apenas cebolas e pimentões. Não quer experimentar? É um sabor brasileiro, rico e delicadíssimo.

Para ver a receita de farofa de ovas de pescada, clique.

Você também pode gostar

Fáceis de fazer e difíceis de achar, as ovas de peixe são deliciosas simplesmente fritas ou preparadas como farofas. Compre um pouquinho sempre que as encontrar na peixaria

www.cozinhadamarcia.com.br

Farofa de ovas de pescada

Fáceis de fazer e difíceis de achar, as ovas de peixe são deliciosas simplesmente fritas ou preparadas como farofas. Compre um pouquinho… Acompanhamentos Farofa de ovas de pescada European Imprimir
Informações nutricionais 200 Calorias 20 grams Gordura

Ingredientes

  • Para 4 a 6 porções
  • 250 g de ovas de pescada, pode ser de outro peixe
  • 2 colheres de sopa de azeite
  • 1 pimentão vermelho
  • 1 cebola
  • 1 / 2 xícara de vinho rosé ou branco
  • 2 colheres de chá de sal
  • 2 colheres de sopa de salsa picadinha
  • 4 gotas de molho de pimenta
  • 2 colheres de chá de açafrão da terra (cúrcuma)
  • 1 / 2 xícara de água
  • Azeite para regar

Instruções

Lave as ovas em bastante água e, na última lavada acrescente o suco de meio limão. Corte o pimentão e a cebola descascada em pedaços bem pequenos. Quando a cebola estiver cozida, junte as ovas e tempere com o sal e a salsinha. Misture para as ovas cozinharem bem, elas ficarão branquinhas e opacas. Molhe com o suco da metade do limão que sobrou, junte a pimenta e o vinho. Aguarde ferver por um ou dois minutos, e acrescente metade da água. Acrescente a farinha, mexendo sem parar para espalhar bem as ovas pela farofa.

Sirva com molho de pimenta, tanto como acompanhamento para um peixe fritinho como entrada ou aperitivo.

Olha o truque

Para cortar o pimentão e cebola em pedacinhos bem pequenos como se fossem folhas de salsinha, primeiro corte-os em fatias finas, eu utilizo um cortador manual chamado de mandolim, com o qual obtenho fatias de espessura uniforme. Eu o utilizo sempre que preciso cortar fatias de frutas e legumes. Se tiver um processador de alimentos em casa, utilize as lâminas para obter um resultado semelhante, embora com o mandolim seja possível obter fatias mais finas. Em seguida, com o auxílio de uma faca de chef, bata bem contra a tábua, trocando a sua posição como se fosse um leque.

Você também pode gostar